terça-feira, 21 de julho de 2015

População Jordanense vai as ruas se manifestar por justiça.

Multidão em frente a delegacia da cidade

Cerca de 400 pessoas, a maioria vestidas de preto em sinal de luto, foram às ruas da pequena cidade de Jordão-Acre hoje pela manhã, em manifestação contra a impunidade dos crimes atualmente acontecidos e por busca de Justiça mais presente. As reivindicações se dão depois de vários casos de homicídios acontecidos no município e que até hoje seguem sem solução além do mistério a cerca de cada um deles. 

O movimento foi idealizado pela Jovem Roberta Oliveira e família das vitimas, em busca de soluções para os casos de violência que vem cada dia aumentando na cidade e a impunidade tem sido, até hoje, o resultado final. Recentemente um jovem de 26 anos foi morto por sua companheira e depois de algumas horas presa foi liberada. Sem falar que depois disso outras pessoas já foram transferidas para Rio Branco vitimas de violência por arma branca. 

Misteriosamente outras pessoas foram mortas, algumas foram achadas boiando nos rios e outras até então não apareceu e cada caso tem sido uma incógnita. A manifestação foi totalmente pacifica e respeitosa. Pelas redes sócias varias pessoas parabenizaram o ato pela forma que foi conduzido e pelo conteúdo apresentado. 

O encontro começou as 08h30min na Avenida Francisco Dias em frente o Auto Posto Jordão, caminhou por varias ruas e parou as 09h40min em frente a delegacia de policia civil. Nas mãos, familiares da vitimas levantavam faixas com seus recados ás autoridades. O Chefe do Posto Policial José Ribamar disse que o movimento é legitimo e necessário para Jordão. As principais reivindicações eram: 

·        A presença do Judiciário na cidade de 30 em 30 dias ou pelo menos de 3 em 3 meses.

·         Um delegado que venha residir na cidade;
·     Mais policiais civis e reforma da delegacia, pois trabalham em condições insalubre e desumana aos presos;
·         Mais policiais militares
·         Menos impunidade e menos abuso de autoridade

Os moradores do bairro novo (Bairro Lindolfo Mateus) também se uniram ao movimento cobrando das autoridades locais melhores condições de acesso, pois as crianças daquele lugar vêm pra escola tendo que passar por verdadeiros lixões exposto ao ar livre, além de muita lama, agua empossada enquanto outros se acham no direito de usar o barro em terrenos públicos para aterrar seus quintais ou simplesmente vender. 

A tarde os manifestantes sabendo da chegada do Senador Jorge Viana na cidade, foram até ao Aeroporto expor suas reivindicações. Ao sair da cidade Jorge Viana garantiu que irá pessoalmente ao Secretario de Estado de Segurança do Acre, fazer um pedido para que o mesmo possa atender o município.  

Agradecimentos. 

A Organização do manifesto agradece a todos os moradores que participaram, os que contribuíram direta ou indiretamente e a Policia Militar que acompanhou os manifestantes durante todo o trajeto.

Por João Braz 



 

 


segunda-feira, 20 de julho de 2015

SEPMulheres lança campanha Homem de Verdade não Bate em Mulher.



A equipe da Secretaria de Estado de Políticas para as Mulheres (SEPMulheres) lançou neste fim de semana, no Jordão, a campanha Homem de Verdade não Bate em Mulher.

Como parte das ações do Projeto Mulher Cidadão, 153 mulheres foram atendidas com rodas de conversas sobre os direitos das mulheres, enfrentamento à violência doméstica e o papel da SEPMulheres na defesa dos direitos das mulheres.

Acompanhando a vice-governadora, Nazareth Araújo, e o secretário de Estado de Saúde, Armando Melo, a secretária da SEPMulheres, Concita Maia, esteve no município e aproveitou para mobilizar as mulheres para a conferência municipal, que deve ser realizada nos próximos meses.

Na oportunidade, a gestora destacou que o papel da secretaria é despertar mulheres e os homens para o combate à violência. “Por isso, estamos aqui, empoderando as mulheres que procuram atendimento médico com as palestras e a campanha”, disse.

Nos atendimentos foram constatados dois casos de violência doméstica, um deles de descumprimento de medida protetiva e encaminhamento ao Centro de Referência em Assistência Social (Cras) e Casa Abrigo em Rio Branco.

Foram promovidas reuniões com representante do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais sobre o projeto de inclusão socio-produtiva desenvolvido pelo Ministério de Desenvolvimento Agrário e SEPMulheres visando identificar grupos de mulheres com potencial produtivo. Na ocasião, três grupos produtivos de mulheres indígenas que trabalham com artesanato foram identificados.
 Agencia de Noticia do Acre

Equipe de Jiu-Jitsu do Jordão se destaca pelo apelo social ao esporte.



O governador Tião Viana recebeu a visita da equipe de Jiu-Jitsu de Jordão na Casa Civil, nesta segunda-feira, 20. Vindo de um dos municípios de mais difícil acesso do Acre, os atletas falaram um pouco sobre o esforço de manter o esporte na cidade, num projeto social que ministra aulas de graça para cerca de 30 jovens e está formando campeões com direito a medalhas de ouro no principal campeonato do Estado.

Kezio Araújo, faixa roxa no Jiu-Jitsu, conta que a prática do esporte nasceu há sete anos no Jordão. “É uma odisseia. Começamos a praticar em cima de uma lona, debaixo do sol, em frente à antiga pista do aeroporto. Até que finalmente conseguimos um tatame para praticar”, conta, lembrando que o secretário de Estado de Saúde, Armando Melo, nascido no município, também já teve seus momentos de treino na cidade.

Hoje, a equipe de Jordão já possui campeões. No 15º Campeonato Acreano de Jiu-Jitsu, o atleta Cleiton Saraiva foi medalha de ouro na categoria absoluto azul e Franquinei Araújo também foi medalha de ouro na categoria meio pesado azul.

O governador Tião Viana sentiu bastante orgulho pelo esforço dos jovens atletas em levar o esporte para uma região. “A saga dos verdadeiros campeões é essa”, disse.

Agora, o governo estuda formas de apoiar o grupo de atletas, principalmente na aquisição de um novo e adequado tatame, além de um projeto aliado à Secretaria de Saúde, mostrando os benefícios de uma vida com esportes.


sábado, 18 de julho de 2015

Lider do movimento “Vem pra com o Jordão” pede a Deputada Federal Jéssica Sales providencias com relação a falta de Justiça em Jordão.




Na vinda da Deputada Federal Jéssica Sales do PMDB nesta sexta feira 17, ao município de Jordão, onde a mesma realizou uma reunião na Câmara de vereadores da cidade,  a líder do movimento “Vem pra Rua com o Jordão”, Roberta Oliveira Braz, aproveitou a oportunidade para reivindicar da Parlamentar que ajude ao município no sentido de providenciar um delegado de policia civil para residir no Município em caráter permanente.

Para Roberta, se a população juntamente com autoridades locais não se unirem e buscarem uma solução, os crimes continuarão impunes como tem sidos até hoje e os índices de violência continuarão aumentando. Jordão já foi uma cidade onde as pessoas podiam dormir de janelas abertas, hoje não dar mais. Concluiu Roberta.

A parlamentar disse que esta é uma legitima que o Jordão pode contar com seu apoio. O Jordão é uma cidade que merece nossa atenção como parlamentar sem olhar para o numero que eleitores, confesso que esse não é o meu jeito de trabalhar. Disse Jéssica Sales.

Agora a tarde as autoridades locais e o comando da Policia Militar do Estado e da Policia civil, se reuniram no Quartel da PM para tratar do assunto.

O manifesto Vem pra Rua Jordão acontecerá nesta segunda-feira dia 20 as 8:00 horas da manhã com em frente ao Auto Posto Jordão. Vista sua camiseta preta e venha você também lutar por JUSTIÇA.

IMPRESSIONANTE: Moradora de Jordão faz foto com celular e descobre um rosto de uma jovem ao céu.



Uma foto feita por uma moradora do município de Jordão com um celular tem deixado muita gente intrigado após observar a imagem do rosto de uma jovem ao céu, de cabelos longos e com algumas manchas no rosto. A dona do celular e o esposo afirmam que estavam tirando fotos dos cachorros para enviar a uma pessoa interessada em comprá-los. 

Após tirarem as fotos nada perceberam de anormal em nenhuma das imagens. No dia seguinte, já no comercio onde trabalham, a dona do celular veio espantada mostrar ao marido e aos demais presentes, a imagem da jovem como plano de fundo. Ela afirma não ter nenhum tipo de aplicativo no aparelho e que também não tem tantas habilidades com esses tipos de tecnologias. 

Um profissional que trabalha com fotomontagem diz que pode ter ser que a foto da moça já estivesse no celular e por alguma razão o celular copiou a imagem, algo difícil de acreditar. 

O que se sabe é que mistérios existem, e sempre vão existir. E que tem dois serem tentando incessantemente falar com o povo e muita gente não tem dado a devida atenção, e quando dão é sempre para o ser errado. Com relação a imagem, não sei qual dos dois quis falar.

Deputada Jéssica Sales agradecer os votos e ouvir a população de Jordão.



 

A deputada Jéssica Sales do PMDB de Cruzeiro do Sul esteve, na noite desta sexta 17, em reunião com a população Jordanense, a qual veio agradecer pessoalmente os mais 400 votos obtidos em campanha em 2014 e dizer que seu gabinete estará a disposição do Municipio e da população.

Jéssica é a segunda parlamentar Federal que veio agradecer os votos que teve em Jordão mas a primeira que senta para ouvir o povo. Com isso mostra o modo dinâmico de administrar seu mandato ouvindo sempre o povo.

Na oportunidade ouviu reivindicações importantes como cursos superiores para a juventude, feita pelo vereador Guedes Oliveira, ampliação do Programa Luz para Todos, feita vereador Francisco Sereno, melhorias na pista de Pouso e recurso para a construção do Mercado dos Colonos, pedidos feitos pela Vereadora Zeina Melo entre outras.

O presidente da Associação dos Moradores da Resex do Alto Tarauacá, João Bráz, também entregou dois documentos pedindo ajuda junto ao INCRA para que venham ser liberados os recursos do ultimo crédito moradia retido logo após o termino do convenio num valor aproximado de R$ 500 mil reais. Deputada, pedimos sua ajuda junto ao incra, pois essas pessoas trabalharam, o incra deve e as famílias precisam. Disse o presidente da Asareat.