terça-feira, 29 de março de 2016

Asareat busca implantação de Agrovilas em comunidades rurais na Resex Alto Tarauacá.

Presidente da Asareat João Bráz na Câmara de Vereadores
O presidente da Associação dos Seringueiros e Agricultores da Resex do Alto Tarauacá-Asareat, esteve recentemente na câmara municipal de Jordão falando ao executivo sobre a importância de criar um projeto de implantação um sistema de agrovilas ou comunidades dentro da Reserva Extrativista do Alto Tarauacá, que abrange 7 seringais dos quais 3 ficam no município de Tarauacá e 4 no município de Jordão.

Para João Bráz atual presidente da Associação, essa é uma alternativa que existe para que a população rural possa ter acesso com mais qualidade aos serviços públicos como saúde, educação, produção agrícolas, energia elétrica entre outras vantagens, com menos custos.

Hoje as famílias que residem nesses seringais, ficam a mercê das necessidades básicas de produção, uma delas é a falta de assistência técnica rural. Tem-se como exemplo a avicultura que vem sofrendo constantemente com a mortalidade de aves recém-nascidas e isso tem deixado muita gente sem esperança. O presidente ver como alternativa a implantação de cursos de capacitação, que esbarram na dificuldade de juntar o público alvo num determinado local para ministração do curso, uma vez que o povo vive disperso nas margens dos rios. Com o sistema de comunidades, o povo estaria sempre juntos e todos, aos poucos estariam qualificados para produzirem o que lhe fossem conveniente.

Com isso, ampliaria a frequência escolar, melhoria o ensino médio e diminuiria os gastos com transporte escolar rural, além de possibilitar uma organização social mais consistente, despertando o interesse dos agentes públicos para melhorias de infraestrutura e sanitárias nessas comunidades.


A intenção de João Bráz é pedir ajuda aos vereadores para que, pelo menos divulgar a ideia nos seringais e incentivar o povo a se organizarem nessas comunidades. Hoje a maioria dos nossos parlamentares tem uma ideia que, por ser uma área de conservação acreditam que é impossível produzir, o que não é verdade.
A Resex tem uma grande potencialidade na exploração do Açai, óleo de copaíba, criação de suíno, grãos, aves, farinha de mandioca e fruticultura entre outras. os vereadores gostaram da ideia e se comprometeram a contribuir no que for possível.


Enquanto não tivermos uma organização social fortes nessas comunidades para que possamos moldar a consciência das pessoas com novas maneiras de produzir, as pessoas terão uma economia familiar falida e uma vida social frágil.


sábado, 26 de março de 2016

Ministra Cármen Lúcia: ‘Lava Jato respeita rigorosamente as leis’.


A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia afirmou na noite desta quarta-feira (23) que não há abuso de poder na Operação Lava Jato. Questionada se há politização nas investigações que revelaram o esquema de corrupção na Petrobras, Cármen Lúcia respondeu: “Não. Estão sendo observadas rigorosamente a Constituição e as leis”. A ministra esteve no Rio de Janeiro para receber um prêmio do jornal ‘O Globo’.

Cármen Lúcia também declarou que não vê sinais de abuso do Judiciário na Lava Jato. “A atividade do Judiciário é acionada pelos interessados, pelo cidadão. O Poder Judiciário não atua isoladamente, não atua de ofício, como nós dizemos. Atua por provocação. Então, quando se fala em ativismo judicial, é que o Judiciário ultrapassaria [suas atribuições] e não há demonstração nenhuma de que isso esteja acontecendo”, afirmou.

Impeachment
A ministra minimizou as declarações da presidente Dilma Rousseff, que chamou o processo de impeachment que corre contra ela de tentativa de “golpe”. “Não acredito que a presidente tenha falado que impeachment é golpe. Impeachment é um instituto previsto constitucionalmente. O que não pode acontecer de jeito nenhum é impeachment nem ou qualquer tipo de processo político-penal ou penal sem observar as regras constitucionais”, afirmou.

Cármen Lúcia disse que entendeu as palavras da petista como um “alerta” de que a Constituição tem de ser respeitada. “Acredito que ela [Dilma] esteja exercendo, primeiro, a liberdade de expressão. Segundo, apenas um alerta no sentido de que é preciso que se observem as leis da República e isso com certeza, em um estado democrático, está sendo observado”, afirmou.

VerdadeGospel.com

O QUE É A CRUZ?


 “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo, na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim”. Gálatas 2.20

A cruz não é um objeto místico que serve como amuleto protetor. Também não é apenas o símbolo de uma religião. Nem mesmo um ornamento ou joia preciosa.
A verdadeira cruz é um objeto de tortura, castigo e sacrifício. Na cruz, o crucificado é humilhado publicamente e sofre dores terríveis até a morte. O objetivo da crucificação era envergonhar o condenado e fazer de sua punição um exemplo para todos. Devemos levar a cruz todos os dias seguindo o Senhor Jesus (Mateus 16.24,25).
Qual verdadeiro significado da cruz?
Vamos refletir sobre o significado da cruz para os cristãos hoje:

1- RECONCILIAÇÃO: 
Efésios 2.16 “E, pela cruz, reconciliar ambos com Deus, em um corpo, matando com ela as inimizades”.
A cruz nos fala do sacrifício de Jesus por nós e do evangelho da salvação de todos os pecadores. Antes estávamos separados de Deus por causa de nossos pecados (Isaías 59.2 e Romanos 3.23), mas fomos reconciliados com Deus através da morte de Jesus.
Quando levamos nossa cruz, devemos crucificar nossos desejos e opinião se for preciso para amar nosso próximo e nos reconciliar com nossos inimigos.
A cruz significa Reconciliação!
2- GLÓRIA
Gálatas 6.14 “Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz do nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo”.
Jesus foi envergonhado na cruz e suportou tamanha afronta porque sabia que receberia a glória de Deus (Hebreus 12.2,3). Por mais terrível que tenha sido sua dor, nada se compara com a glória Divina.
Se quisermos levar a nossa cruz nesta vida, não temos com o que nos gloriar, apenas reconhecer nossas fraquezas e glorificar a Deus em tudo. Por mais difícil que seja, leve sua cruz glorificando a Deus.
A Cruz nos ensina a Glória de Deus!
3- SABEDORIA
I Coríntios 2.2 “Porque nada me propus saber, entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado”.
A cruz nos revela a sabedoria de Deus e não do mundo, porque para o mundo um Deus crucificado parece loucura, mas para nós sabemos que consiste na sabedoria divina confundindo os sábios deste mundo (I Coríntios 1.23-25).
Quando levamos nossa cruz e aceitamos a vontade de Deus sobre nossas vidas, nos tornamos mais sábios e espirituais. Devemos crucificar a nossa própria sabedoria e buscar o discernimento espiritual.
A cruz é a Sabedoria de Deus!
4- PREGAÇÃO
I Coríntios 1.23 “Mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos”.
A notícia de que o Messias, o profeta da Galileia, o carpinteiro de Nazaré, morreu crucificado e ressuscitou ao terceiro dia, foi a mensagem que abalou o mundo. Por isso é o principal conteúdo de nossa pregação.
A mensagem da cruz, de que Jesus morreu para nos salvar deve ser o tema de nossa pregação. Também devemos ensinar que precisamos levar a nossa cruz todos os dias.
A cruz é a Pregação do Evangelho!
5- PODER
I Coríntios 1.18 “Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas, para nós, que somos salvos, é o poder de Deus”.
Deus derramou todo o seu poder em amor na cruz por cada uma de nossas vidas. Naquele momento Jesus tinha o poder de descer da cruz se quisesse (Marcos 15.30), mas preferiu permanecer e mostrar de forma ainda maior o seu poder (Filipenses 2.1-11).
Quanto mais fracos somos mais o poder de Deus se manifesta em nós (II Coríntios 12.9). Então devemos levar a nossa cruz, onde nos sentimos impotentes, para receber o poder de Deus sobre nossas vidas.
A cruz revela o Poder de Deus!
6- CONVERSÃO
Gálatas 5.24 “E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências”.
Na cruz de Cristo convergiu todo o pecado da humanidade sobre Jesus que ao derramar seu sangue nos lavou e perdoou. O propósito do espetáculo da cruz era que todas as pessoas de todos os tempos e lugares se direcionassem para Jesus, sendo alcançados por Ele.
A cruz serve para sacrificar nossa carne e nos transformar negando nossas próprias vontades. Por isso o levar a cruz significa se converter a cada dia negando as vontades da carne e assumindo a obediência à Palavra de Deus.
A Cruz significa Conversão!
7- PERDÃO
Colossenses 2.14 “Havendo riscado a cédula que era contra nós, nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz”.
Jesus declarou na cruz o perdão não somente para os soldados que o castigavam, ou aos fariseus e à multidão que pediu sua crucificação. Jesus declarou o perdão dos pecados de toda a humanidade desde o primeiro ser humano até o último (Lucas 23.34).
A cruz é a maior prova de perdão. Como pode alguém sendo castigado e humilhado encontrar forças para perdoar enquanto ainda está sendo ofendido? Somente o Amor de Deus que “havendo por ele feito a paz, pelo sangue da sua cruz” (Colossenses 1.20). Por isso o nosso levar a cruz todos os dias deve ser para perdoar todos que nos ofenderem.
Na Cruz Jesus nos trouxe o Perdão!
Leve a sua cruz!
-CONCLUSÃO: Lucas 14.27 “E, qualquer que não levar a sua cruz, e não vier após mim, não pode ser meu discípulo”.
A Palavra de Deus nos revela que a Cruz é a Reconciliação de Deus com o ser humano e deste com seu próximo, também mostra a Glória de Deus e não a vergonha do pecado, nos ensina a Sabedoria que é espiritual e não carnal, nos dá uma mensagem que deve ser a nossa Pregação do Evangelho, nos capacitando com seu poder acima de nossas fraquezas, fazendo-nos converter de nossos erros mudando nossas vidas e declarando o perdão definitivo de nossos pecados.
Não existe cristão sem Cruz!



segunda-feira, 14 de março de 2016

Jordão e as veredas da política em 2016. O que nos restará depois?


Nas esquinas, nas ruas e nas redes sociais o assunto mais comentado no município de Jordão é sobre os rumos das eleições 2016.  Até início do ano passado todos já sabiam de como se formariam as chapas para essa eleição: PT e PCdoB formando a chapa pela Frente Popular com mais o PDT e PSB e PMDB e PSDB pela oposição além do PP. Só que isso era o que todos achavam, inclusive eu.

O RACHA ENTRE PMDB e PSDB.

Como falei antes o que todos achavam era que existiria uma aliança já fechada entre as duas siglas da oposição PMDB e PSDB. No final do ano passado começou as intrigas entre os seus membros pela disputa da cabeça na chapa, e isso ascendeu a lâmpada da inteligência de Esperidião Junior, a maior liderança do PMDB. Foi aí que Esperidião começou a incentivar o fortalecimento do PP com a vinda do Vereador Francisco Alves Guimarães (Chicão), Francisco Sereno e José da Silva e Silva o (Zé Cariolando) atual presidente da Câmara de vereadores da cidade. O intuito de Esperidião era no mínimo deixar o PSDB de fora e ter o PP como vice.

O FEITIÇO CONTRA O FEITICEIRO I

Nesse caso quem usou dessa astucia e parece que tem tudo pra dar certo foi o próprio PSDB que já fechou uma possível vice com o PP que retorna pra Jordão com a maior bancada na câmara de vereadores formada por 3 parlamentares. O que significa que o PMDB pode estar sozinho nas eleições desse ano.

FPA DE JORDÃO E SEUS ATRITOS

Semelhantemente a PFA de Jordão também vem passando pelo mesmo problema, a falta de consenso entre as principais siglas PCdoB e PT, fez com que o PCdoB ensaiasse uma coreografia fortalecendo PTD para uma possível vice trazendo Zé Cariolando e Chico Sereno, quando ainda estavam sem partidos.

O FEITIÇO CONTRA O FEITICEIRO II
O plano do PCdoB também não deu certo e ainda continua o dilema entre as duas principais siglas da FPA de Jordão.

PMDB E PCdoB JUNTOS EM 2016, SERÁ?

Caso o PT apresente candidato próprio a majoritário, o que poderá acontecer, segundo os bastidores, é uma junção entre PCdoB e PMDB e o PT é quem ficará sozinho ou irá mendigar algumas secretarias em troca de apoio, se quiser. Se isso vier mesmo a se concretizar, a chapa com Elson e Junior já pode ser considerada vencedora, que inda deverá ter o apoio do PDT e PSB formando assim a maior coligação com 4 partidos.

MOVIMENTO INDIGENA

O movimento indígena formado por cerca de 1200 votos deverá vir com algumas mudanças pra 2016. Esse notório movimento sempre seguiu a FPA de Jordão e do Acre desde 1998 quando Jorge Viana foi eleito governador do estado a quase 18 anos atrás. Agora o que muitas dessas lideranças tem falado pelo quatro cantos da cidade é que estão cansado de tantas promessas não cumpridas. Outra questão é sobre o número de candidatos indígenas o que ocasionou em legislaturas anteriores o movimento não ter ficado sem representante na casa.

Tendo em vista esses e outros pontos por eles abordados, as lideranças Huni Kuins estão programando um encontro na aldeia Três Fazenda onde irão definir qual chapa apoiar, e quais o nomes serão lançados com, no máximo 4 candidatos para vereador, assegurando assim vitória na certa. Segundo informações a pré-candidata pelo PT Rita Sales, não será mais candidata por falta de dinheiro, e outros nomes serão apresentados no encontro, o que não significa que necessariamente que seja pelo PT.

O QUE RESTA É A FÉ E A ESPERANÇA DE DIAS MELHORES.


Bem, quanto ao desfecho dessa história não sabemos ainda como ficará,  o que me resta mesmo é, como evangélico é interceder por todos, esperar e acreditar em Deus e em dias melhores, afinal, a esperança deve ser a única a morrer.

Por João Bráz

Petecão recebe visita do prefeito de Jordão, Elson Farias.

O senador Sérgio Petecão (PSD) recebeu na manhã desta quarta feira (09), em Brasília, o prefeito de Jordão, Elson Farias, do PCdoB. Na pauta, eles acertaram detalhes da agenda de viagem do parlamentar ao município para a cerimônia de entrega de duas minicarregadeiras e do início das obras da primeira quadra de grama sintética do município. “O senador sempre destina, todos os anos, recursos para Jordão. Por isso, fiz questão de vir agradecer e convidá-lo para a entrega dos equipamentos, que será realizada no dia do aniversário da cidade, em 28 de abril”, disse o prefeito.
As duas minicarregadeiras de Jordão foram adquiridas com recursos de emenda do senador junto ao Programa Calha Norte, no valor de R$ 375 mil. Com o investimento, a prefeitura adquiriu também uma vassoura mecânica e uma fresadora de asfalto — acessórios que são acoplados aos equipamentos que permitem mais funcionalidades. "As minicarregadeiras, por serem compactas e versáteis, vão ajudar na conservação e limpeza da cidade", comemorou o senador.
Outro recurso, no valor de R$ 292 mil, também do senador Petecão, será utilizado para a construção da primeira quadra de grama sintética do município. De acordo com o prefeito, a ordem de serviço será dada nos próximos dias.
Novos investimentos
Durante a reunião, Petecão anunciou novos recursos para Jordão, no valor de R$ 150 mil, para a aquisição de Grupo Gerador de Energia, que atenderá a comunidade ribeirinha Novo Porto, e a aquisição de um trator de carroceria para a coleta de lixo na área urbana. Outra emenda de R$ 250 mil será utilizada para melhorias sanitárias no município.
“É gratificante receber convite de prefeitos para inaugurações e entrega de equipamentos dos quais eu pude contribuir. Fico feliz em ver as comunidades usufruindo dos benefícios que conseguimos levar aos municípios com os recursos do nosso mandato”, concluiu Petecão. 

Assessoria 

Audiência discute projeto de Jorge Viana que combate desperdício de alimentos.

Atualmente, no mundo, vai para o lixo todos os anos 1,3 bilhão de toneladas de comida, enquanto cerca de 800 milhões de pessoas passam fome. Os dados são da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e foram apresentados durante a audiência pública realizada nesta quinta-feira (10) na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado que debateu o problema do desperdício de alimentos no Brasil.
Entre as propostas de lei que tramitam na Casa sobre o tema, está o Projeto de Lei do Senado, de autoria do senador Jorge Viana, que, entre outras propostas, estabelece dois prazos de validade dos produtos alimentícios: um com data limite para a venda do produto e outro para o consumo seguro, que seja superior ao primeiro, desde que assegure qualidade do alimento. A proposta do parlamentar acreano também prevê campanhas para incentivar consumo de frutas e verduras fora dos padrões do mercado.
Essa iniciativa, segundo Jorge Viana, já é adotada em alguns países europeus. Na Dinamarca, citou o senador, foi inaugurado nesta semana o primeiro supermercado dedicado exclusivamente à venda de alimentos com prazo de validade já vencido, mas que ainda são apropriados para o consumo.
“O Brasil é dos maiores produtores de alimentos, mas infelizmente tem um grande desperdício. A legislação hoje proíbe que uma empresa doe um alimento que já está com a validade vencida, mas ainda em boas condições de consumo. A FAO, as Nações Unidas, a Embrapa, todos têm um coro de apoio a esse projeto que apresentei no Senado”, declarou Viana.

O senador anunciou que pretende levar o debate para o Acre, onde organiza a realização de uma audiência pública sobre o mesmo tema. “Espero que seja na Universidade Federal do Acre, reunindo donos de supermercados, profissionais do ramo, donos de mercearias, trabalhadores do Ceasa, representantes do Governo e Prefeitura para que a gente possa discutir como acabar ou pelo menos reduzir significativamente o desperdício de alimentos no Brasil e no nosso estado”, anunciou. 
Assessoria

As legislaturas e seus respectivos presidentes da câmara de Vereadores de Jordão.


1ª Legislatura: prefeito Hilário de Holanda Melo, vice Sebastião Aragão. Presidente da câmara Lucimar de Figueiredo Melo e presidente Nonato Firmino Sombra. Sombra fez reforma, contratou secretário, tesoureiro e até vigia, coisa que não existe mais na casa.

2ª Legislatura: Prefeito Esperidião Meneses Junior e vice Francisco Turiano de Farias. Presidente da Câmara Alton Dourado de Farias e Antônio Cordeiro dos Santos (Dó). Dó também refez pintura, melhorou barcos e abriu um escritório em Tarauacá onde recebia as pessoas de Jordão. Nessa época chegou ao município o primeiro computador.

3ª Legislatura: Prefeito Francisco Turiano de Farias e vice Fernando Mora. Presidente da Câmara Albanir Gomes Lopes e Sivaldo Barbosa Sereno. Sivaldo conseguiu fazer a maior reforma até agora, ampliou o auditório, reboco das paredes, novas pinturas e o barco voltou a funcionar, porem nenhum reformou o teto.  

4ª Legislatura: Prefeito Hilário de Holanda Melo e Vice José Osaí Sales. Presidente da câmara Izoneido Bezarra de Araújo e Ademir Batista de Figueiredo. Ademir Figueiredo também fez algumas melhorias.

5º Legislatura: Hilário de Holanda Melo e vice Élson de Lima Farias. Presidente Edivan da Silva Rocha (Mathias) e Francisco Alves Guimarães. Mathias, trabalhou mais a questão de estruturas internar e debates políticos como aquisição de som, cadeiras novas, computadores e foi o principal responsável pelos projetos que obrigou o fechamento da representação da prefeitura em Tarauacá. 

6ª Legislatura: Prefeito Élson de Lima Farias e vice Raimundo Nazareno de Aragão. Presidente Francisco Alves Guimarães e Jose da Silva e Silva. Portanto, José Cariolando é o único presidente que irá reformar o teto. Hoje a câmara de vereadores tem uma geladeira bastante velha que não funciona mais, um fogão também enferrujado, um motor sucateado e muito lixo nas prateleiras dos gabinetes.

Audiência discute projeto de Jorge Viana que combate desperdício de alimentos
Atualmente, no mundo, vai para o lixo todos os anos 1,3 bilhão de toneladas de comida, enquanto cerca de 800 milhões de pessoas passam fome. Os dados são da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e foram apresentados durante a audiência pública realizada nesta quinta-feira (10) na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado que debateu o problema do desperdício de alimentos no Brasil.
Entre as propostas de lei que tramitam na Casa sobre o tema, está o Projeto de Lei do Senado, de autoria do senador Jorge Viana, que, entre outras propostas, estabelece dois prazos de validade dos produtos alimentícios: um com data limite para a venda do produto e outro para o consumo seguro, que seja superior ao primeiro, desde que assegure qualidade do alimento. A proposta do parlamentar acreano também prevê campanhas para incentivar consumo de frutas e verduras fora dos padrões do mercado.
Essa iniciativa, segundo Jorge Viana, já é adotada em alguns países europeus. Na Dinamarca, citou o senador, foi inaugurado nesta semana o primeiro supermercado dedicado exclusivamente à venda de alimentos com prazo de validade já vencido, mas que ainda são apropriados para o consumo.
“O Brasil é dos maiores produtores de alimentos, mas infelizmente tem um grande desperdício. A legislação hoje proíbe que uma empresa doe um alimento que já está com a validade vencida, mas ainda em boas condições de consumo. A FAO, as Nações Unidas, a Embrapa, todos têm um coro de apoio a esse projeto que apresentei no Senado”, declarou Viana.
O senador anunciou que pretende levar o debate para o Acre, onde organiza a realização de uma audiência pública sobre o mesmo tema. “Espero que seja na Universidade Federal do Acre, reunindo donos de supermercados, profissionais do ramo, donos de mercearias, trabalhadores do Ceasa, representantes do Governo e Prefeitura para que a gente possa discutir como acabar ou pelo menos reduzir significativamente o desperdício de alimentos no Brasil e no nosso estado”, anunciou. 


 Por João Bráz

sábado, 12 de março de 2016

JORDÃO: Esperidião Júnior pode ser vice de Élson Farias.


Circula nos bastidores da política jordanense que o ex-prefeito Esperidião Júnior (PMDB) depois de perder apoio para ser o candidato único da oposição pode vir ser o candidato a vice-prefeito do atual mandatário, Élson Farias (PCdoB).
O PMDB sempre foi o Partido mais forte da oposição jordanense, sendo Esperidião o líder do partido e da oposição, contudo, o pré-candidato do PSDB, Turiano Filho, articulou um movimento político que deixou as pretensões do peemedebista de voltar ao comando do executivo enfraquecida. Turiano articulou a vinda do vereador Guedes Oliveira do PMDB para o ninho tucano, além de conseguir o apoio dos três vereadores do PP- em troca o Partido indica a vice na chapa PSDB/PP.
Após este revés, tanto o prefeito Élson Farias - que conta apenas com o apoio de dois parlamentares no momento, quanto Esperidião ficaram enfraquecidos. A partir daí surgiram os boatos que ambos discutem a coligação PCdoB/PMDB. Como diz um velho provérbio popular aonde tem fumaça tem fogo. O que significa dizer que existe uma meia verdade nessa história. 
As chances do acordo dar certo é grande, não cem por cento, porque o Partido dos Trabalhadores aliado do prefeito reivindica a vice, hoje ocupada pelo partido. 
Por Leandro Matthaus

TARAUACÁ: ESCOLAS REALIZAM CAMINHADA EDUCATIVA PARA COMBATER O AEDES AEGYPTI.


Para conscientizar os moradores do Tarauacá sobre as formas de combate ao mosquito Aedes Aegypti e quanto aos perigos da Dengue, Chikungunya e Zíka, as Escolas da Rede Municipal e Estadual, em parceria com a Secretaria de Saúde e Educação, promoveram uma caminhada educativa pelo centro da cidade na tarde desta sexta-feira, 11.A ação conscientizou a todos sobre os riscos do período chuvoso, tendo em vista que é neste período que os casos das doenças transmitidas pelo mosquito aumentam significativamente. A caminhada foi realizada visando contribuir com a campanha “Se o mosquito pode matar, ele não pode nascer”, em andamento no município.Essa ação faz parte de um conjunto de atividades pedagógicas trabalhadas com os alunos desde o início do ano letivo nas escolas municipais e estaduais.

O prefeito Rodrigo Damasceno, acompanhado do vice-prefeito Chagas Batista, secretário municipal de saúde, Carlos Tadeu, do secretário municipal de Educação, Carlos Gomes, secretário de obras, Manoel Célio e os alunos levaram faixas e cartazes no intuito de conscientizar a comunidade.No percurso, panfletos de orientação foram distribuídos. Essa atividade se mostra importante para alertar os moradores do bairro e alunos. “É preciso realizar continuamente mobilizações como esta para que tenhamos despertada na população a consciência de que ela é a principal aliada do poder público para conseguir eliminar este vetor destas doenças“, afirmou o prefeito Rodrigo Damasceno.

A população precisa cuidar dos seus quintais e ficar alerta também com o quintal do vizinho, afinal, se um cuida e o outro não, no imóvel dos dois o problemas poderá aparecer.

Precisa olhar pneus, brinquedos das crianças, recipientes dos animais, o prato do vaso de planta, precisa fazer a lição de casa.

ASSECOM – TARAUACÁ

quinta-feira, 10 de março de 2016

Ministério da Agricultura busca medidas para evitar queda no recurso do Plano Safra 2016/17.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento tem buscado formas evitar perdas de custos para do Plano Safra 2016/17, e já antecipa as discussões em torno das linhas de crédito que entrarão em vigor no dia 01 de junho.

Em um seminário promovido pela Frente Parlamentar da Agricultura (FPA), que ocorre nesta semana, com objetivo de debater estratégias, prioridades e pontos de convergência com as entidades de classes do setor produtivo rural, governo, agentes financeiros, seguradoras e especialistas em política agrícola, para elaborar propostas para o Plano-Safra 2016/17, o secretário de políticas agrícolas declarou que o governo busca alternativas para não perder receita no Plano Safra.

Em meio à crise fiscal, que ingressa os recursos do governo federal, o objetivo do Mapa é elevar a demanda por títulos financeiros do agronegócio, para evitar pressão do setor produtivo caso haja pela primeira vez em décadas uma redução no crédito. “Diante da desaceleração dos recursos captados pelos depósitos à vista e da poupança rural, o governo pretende intensificar a oferta de recursos para financiar o custeio da safra agrícola com fontes da Letra de Crédito do Agronegócio (LCA), Certificados Recebíveis do Agronegócio (CRA), Cédula do Produto Rural (CPR) e da Cédula do Produto Rural do setor florestal”, disse Nassar.

Essa medida, no entanto, já foi testada no Plano Safra 2015/16 sem grandes resultados, sendo encarada por muitos produtores como um mecanismo para dilatar o total do montante atribuído. No ano passado, o programa de crédito ao agronegócio que termina no dia 30 de junho próximo, ofertou R$ 187,7 bilhões a juros subsidiados, dessa total, R$ 30 bilhões seriam alocados a partir das emissões de LCA, sendo que 50% dos recursos do título foram destinados para alimentar a oferta de crédito.

Neste ano, a proposta, segundo Nassar é regulamentar o percentual das LCAs para 100%. O secretário também sinalizou que haverá mudanças no Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA). Neste caso, o objetivo é os CRAs sejam indexados ao dólar para atrair investidores.O ministério também analisa realizar imposição de percentual obrigatório para as LCAs provenientes de financiamentos a juros livres, que são ofertados pelos bancos privados.

Outro ponto defendido pelo secretário do Mapa é dar mais destaque ao financiamento de comercialização. “Como os preços das commodities caíram no mercado internacional, o agricultor precisa ter segurança e tranqüilidade para negociar seu produto em uma época melhor época.”

Plano Plurianual
No seminário, Nassar também expor a vontade do governo em desenvolver o Plano Plurianual, que pretende unificar todas as legislações que envolvem crédito e medidas para o agronegócio.

Neste sentido, a partir da próxima safra, o zoneamento de risco climático pode passar a feito pela faixa de risco (20%, 30% e 40%) de determinado município para a soja e milho em cada época de plantio, e não mais como vinha sendo feito anteriormente, com percentual de 20%. Gradativamente, o novo formato será aplicado as outras culturas zoneadas. O estudo está sendo feito em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

O governo estuda ainda uma forma de antecipar os recursos de financiamento de estocagem do Funcafé, informou o secretário de Política Agrícola. Na safra 2015/2016, o crédito foi liberado entre 1º de abril a 30 de janeiro do ano seguinte. O secretário de Política Agrícola defende que os estoques oficiais sejam apenas para o abastecimento. Ele propõe que o governo apoie o produtor, com subvenção, para que ele busque no mercado a melhor opção de comercialização, em vez   de comprar o produto para garantir a renda agrícola.




Brita Brazil descarta suicídio de Rian, pede desculpas à atriz Leona e atribui a morte do filho ao chá Ayahuasca.


Ela concedeu entrevista exclusiva ao Gugu nesta quarta-feira (9)

O programa Gugu exibiu nesta quarta-feira (9) uma entrevista exclusiva com Brita Brazil, a mãe de Rian — neto de Chico Anysio. O sumiço e a morte do músico estampou as capas dos veículos de comunicação nos últimos dias. Em conversa com a repórter Thatiana Brasil, ela descreveu a rotina do filho e desabafou sobre questões que a incomodava. 

Rian Brito tinha 25 anos. Era o filho caçula de Brita com o ator Nizo Neto, filho do humorista Chico Anysio. Os pais se separaram quando ele tinha três anos de idade. Desde então, Rian sempre foi muito colado com a mãe. Juntos eles lançariam um CD agora em Março, pois a mãe canta e ele tocava baixo. Junto com parentes, eles formavam a banda Rock in Family.

Ainda balada, Brita contou que o filho era uma pessoa tranquila e amável. Eles eram inseparáveis: "A gente ficava imaginando o que um cachorro falava pro outro, essas maluquices... Era só cumplicidade. Eu gostava de fazer tudo com ele". 

No entanto, as coisas começaram a mudar quando ele começou a participar da seita Porta do Sol por indicação do melhor amigo: "Ele foi ficando sério. Não se interessava mais nos instrumentos. Ele ficava meditando, meditando, meditando... Ele não interagia, não voltava pra realidade. Você olhava no olho da pessoa e ela não voltava. Ele ficava falando frases espirituais. Ele não ria. Olha que tristeza!".

Rian participou quatro vezes da seita durante o ano de 2014 e em uma delas levou a mãe: "Umas pessoas ficam de branco. Ali no meio tem uma mesa e as pessoas começam a cantar. Você faz aquela fila e toma o chá. Você paga R$ 120 na entrada e assina um papel que diz que se você tomar algum remédio sob controle você não pode [tomar o chá]". 

Segundo Brita, foram momentos suficientes para que o filho se tornasse outra pessoa: "O médico explicou que era um delírio. Deu até aquele treco na cabeça dele que ele tinha que fugir. Isso ele aprendeu no chá!", explicou.

Vendo a mudança, ela procurou médicos até internacionais para a cura de Rian e acreditou tê-lo curado: "Eu liguei pro meu esposo e falei: 'O Rian voltou. Existe milagre'. Ele estava exatamente assim [bem] no [último] dia que a gente se viu.

O médico tinha visto o Rian! Desde dezembro ele não tomava remédio"
Quando desapareceu no dia 26 de fevereiro, Rian estava há um ano sem tomar a bebida. Mas, para Brita esta foi a causa da morte do filho: "Foi por causa do chá sim! O chá que ele tomou lá. Um chá que é vendido a R$ 120" 
Ela descarta que o filho tenha se suicidado: "Isso não! Não tem condição!".


Em manifestação na internet, ela citou várias vezes o nome da atriz Leona Cavalli relacionando o filho à Ceita que ela participa. Isso repercutiu de forma negativa e as pessoas começaram a acusar a artista de envolvimento na morte de Rian. Em resposta, Brita pediu desculpas: "Eu mencionei ela porque ela é dona do lugar em que ele foi, que chama Porta do Sol. Ela representa o chá pra mim, na minha cabeça".

Fonte: R7.com

sábado, 5 de março de 2016

Em ato, Lula diz ser mais honesto que Sérgio Moro.



O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou em ato na quadra Sindicato dos Bancários na noite desta sexta (4) que está “vivo”, numa referência à disputa presidencial de 2018. “Cutucaram o cão com vara curta e, portanto, quero me oferecer a vocês”, afirmou Lula.
“A partir de hoje, a resposta que posso dar é ir para as ruas e dizer: “estou vivo e sou mais honestos do que vocês”.

Classificando a ação desta sexta-feira como uma “provocação banal e imbecil” e dizendo-se vítima de um “sequestro”, Lula afirmou ser mais honesto do que o juiz Sergio Moro.

 “Pode pegar o Procurador-Geral da República, pode pegar o doutor Moro, pode pegar o delegado da Polícia Federal e juntar todos eles. Se eles forem R$ 1 mais honestos do que eu, desisto da vida pública.”
Lula chorou várias vezes diante de milhares de militantes do PT que lotaram a quadra do sindicato, no centro de São Paulo, num ato em homenagem a ele e contra as investigações da Operação Lava Jato.

O petista foi recebido sob aplausos e gritaria por volta das 20h30. Até a noite desta sexta, estimativa de público feita pelo Sindicato dos Bancários era de 5.000 pessoas. Lideranças do PT, incluindo o presidente do partido Rui Falcão e o prefeito Fernando Haddad, estavam presentes.

“Transformaram minha importância política à subordinação a empresas envolvidas na Lava Jato.” Lula afirmou também que se quiserem o derrotar, terão de o “enfrentar nas ruas desse país”.

“Quero comunicar aos dirigentes que estão aqui que, a partir de segunda-feira, estou disposto a viajar esse país do Oiapoque ao Chuí. Se alguém pensa que vai me calar com perseguição e denúncia, vou falar que sobrevivi à fome. Não sou vingativo e não carregou ódio na minha alma, mas quero dizer que tenho consciência do que posso fazer por esse povo e tenho consciência do que eles querem comigo.”
“Se vocês estão precisando de alguém para comandar a tropa, está aqui.”



quinta-feira, 3 de março de 2016

Câmara de vereadores de Jordão realiza primeira sessão ordinária de 2016 mesmo ainda em reforma.

Depois de quase 2 meses de recesso parlamentar a câmara de vereadores de Jordão voltou as atividades normais e foi realizada a primeira sessão do ano. Esteve presentes além do presidente José da Silva e Silva (Zé Cariolando) ainda sem partido, Oricélio Farias de Oliveira (Guedes) do PMDB, Rosenildo de Melo Silva PT, Zeina Melo PMDB, Abel Ximenes e Francisco Sereno ambos do PCdoB.
 
Foi uma sessão rápida já que não tínhamos nem uma matéria a ser apresentada, nem o executivo. Foi apenas pra dar início aos trabalhos já que ainda estamos em obra na reforma da casa. Disse o presidente José Silva.

Falando de reforma a casa que antes chovia dentro, agora falta apenas 12 folhas de brasilite e o acabamento da cobertura (capote), que será compro tudo junto. José acredita que até o fim deste mês a obra estará concluída ou em fase de acabamento.




Por João Bráz